sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Secundária de Caneças, uma escola modelo

Quando há anos recebemos a notícia da libertação do nosso então protegido peruano Carlos Garay depressa a relacionámos com a escola secundária de Mem-Martins que, juntando-se a nós, mandou centenas de cartas exigindo às autoridades peruanas que o devolvessem à liberdade, sem mais ondas. Quem sabe se os nossos quatro casos deste ano não terão a mesma sorte com a ajuda da secundária de Caneças, aonde fomos ontem para mais uma sessão de formação a pedido da professora Lívia Araújo. Esta é uma das escolas que diríamos modelo no que toca às nossas maratonas anuais. Toda ela se move. Vejam as fotos. E isto é quase nada: todas as paredes tinham cartazes da entrada ao bar. É assim. É assim o activismo. 






terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Natal


Claro, a Ferreira Dias!

De todas as escolas do concelho que mais sessões sobre os direitos humanos tem organizado a secundária Ferreira Dias, Cacém, leva a palma. E aos anos! O encontro de hoje sobre o "Direito à Diferença" terá sido a mais conseguida. Deixou com certeza marcas nos alunos, muito interventivos, desde logo a jovem Tatiana, sem papas na língua sobre o que acha de algumas das coisas que defendemos. Obrigado, professora Maria dos Anjos. Obrigado, Tatiana. Mais: ficou a vontade de fazer ali mais um grupo de estudantes da AI. Um dia em cheio. 

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Sessão na Miguel Torga

Outra bela sessão, desta vez na secundária Miguel Torga, em Queluz. Obrigado professoras Maria João e Sandra, obrigado miúdos informados e exigentes. Amanhã será a vez da Ferreira Dias, no Cacém, uma escola nossa amiga há anos, muitos anos, de novo pela mão da professora Maria dos Anjos. Até já. 



sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Maratona de Cartas 2019

Todos os anos enviamos centenas de milhares de cartas e assinaturas em defesa de pessoas em risco. E, todos os anos, uma mudança positiva e um impacto real acontece devido a essas ações. A Maratona de Cartas é o exemplo de que juntos e juntas conseguimos fazer a mudança acontecer. Juntos e juntas conseguimos vencer. Os casos deste ano são os de Sarah e Seán, dois dos voluntários que salvaram vidas na Grécia e agora arriscam, por isso, 25 anos de prisão, de José Adrián, que tinha apenas 14 anos quando foi detido pela polícia sem qualquer explicação, e foi espancado, de Magai Matiop Ngong, condenado à morte no Sudão do Sul, quando tinha apenas 15 anos, por algo que não passou de um trágico acidente, de Yasaman e da mãe, que sonham com o dia em que as mulheres vão poder vestir o que quiserem no Irão, e de Marinel, uma corajosa activista ambiental que, após ter sobrevivido a um mortífero tufão nas Filipinas, não vai parar até que o governo do seu país apoie os milhares de pessoas que ainda permanecem sem água, electricidade e habitação adequada. Os casos podem ser assinados aqui


Concerto da Coragem


Formação

O Grupo 19 encontrou-se com os estudantes da Escola Dr. Azevedo Dias, Damaia, no dia 2. Foram duas sessões com jovens muito interventivos. No próximo dia 9 vamos à Miguel Torga, no dia 10, Dia dos Direitos Humanos, à secundária Ferreira Dias, e no dia 12 à de Caneças. E, para o ano, já temos várias outras escolas agendadas: Inês de Castro, Alcobaça, no dia 13, Ruy Belo, aqui no nosso concelho, no dia 21, E.B. 2,3 D. Fernando II, em Abril, e Escultor Francisco Santos, em Maio. E outras vêm a caminho.